Destaque Internacional

Legalização da maconha para fins medicinais será discutida em Portugal

Uma carta aberta em defesa da legalização foi assinada por mais de uma centena de profissionais da medicina

O Parlamento de Portugal irá analisar na próxima quinta-feira (11) dois projetos de lei que têm como objetivo a legalização da cannabis para o uso terapêutico.

Os projetos, de autoria do Bloco da Esquerda (BE) e do Partido PAN (Pessoas Animais Natureza), receberam enorme apoio de todos os profissionais de saúde do país.

Uma carta aberta foi assinada por mais de uma centena de médicos, enfermeiros, psicólogos, investigadores e autoridades da área da saúde em Portugal, pedindo a legalização do uso terapêutico da maconha.

O documento defende que a “planta da cannabis tem inúmeros efeitos medicinais que podem e devem ser colocados ao serviço das pessoas. A legalização permitiria a melhoria da qualidade de vida de muitas pessoas e um maior e melhor acesso ao tratamento mais adequado ao seu estado de saúde“.

O assunto já vem sendo amplamente discutido no páis. Em dezembro do ano passado, o partido BE realizou uma audiência pública para discutir o assunto. Entre os convidados estiveram médicos, que foram unânimes na sua posição, de que não há motivos, perante a evidência científica, para que não possam prescrever cannabis aos doentes que precisam.

 

Comente

Comentários