Destaque País

Temer agenda reunião com ministros para discutir assassinato de vereadora do Rio de Janeiro

(Foto: Divulgação / PSOL)
Pelas redes sociais, Temer lamentou o crime cometido contra a vereadora

O presidente Michel Temer se reuniu nesta manhã com ministros para discutir o caso do assassinato da vereadora Marielle Franco e outras questões de segurança no Rio de Janeiro.

A grande repercussão do caso, fez o governo se mobilizar para entender o que aconteceu e o impacto para a política de Segurança do Rio de Janeiro.

Participaram da reunião os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, do Gabinete de Segurança Institucional, Sério Etchegoyen, da Secretaria-Geral, Moreira Franco e o secretário-executivo do ministério extraordinário da Segurança Pública, o General Carlos Alberto Santos Cruz.

Pelas redes sociais, Temer lamentou o crime cometido contra a vereadora e reafirmou que acompanha a apuração do caso. O presidente ressaltou que o crime “não ficará impune”.

“Lamento esse ato de extrema covardia contra a vereadora Marielle Franco. Solidarizo-me com familiares e amigos, e acompanho a apuração dos fatos para a punição dos autores desse crime. ”, disse Temer em sua conta no Twitter.

A vereadora pelo Rio de Janeiro Marielle Franco, do PSOL, foi morta a tiros no bairro do Estácio, região central da capital carioca, na noite desta quarta-feira (14). Ela estava dentro de um carro acompanhada de um motorista, que também foi morto, e de uma assessora, quando teria sido abordada por outro veículo.

Comente

Comentários