Cidade Destaque

Vereador de Edealina é preso suspeito de matar radialista

(Foto: Reprodução)
Divergência política teria sido a motivação do crime

O vereador José Eduardo Alves da Silva (PR) foi preso nesta quinta-feira (08) acusado de ser o mandante do assassinato de um radialista no dia 17 de janeiro deste ano.

Segundo a Polícia Civil, o jornalista Jefferson Pureza, teria sido morto por divergências políticas com o vereador.

Além da motivação política, a polícia investigou que a ex-mulher do vereador teria nutrido um relacionamento com o radialista, o que teria sido mais um motivo para orquestrar o assassinato.

A investigação concluiu também que o vereador pediu ajuda ao caseiro Marcelo Rodrigues dos Santos, de 39 anos, que contratou, por R$ 5 mil, Leandro Cintra da Silva, de 23 anos, e um adolescente de 17 anos para concluírem a ação.

Comente

Comentários